5 erros comuns da publicidade digital

O dia dedicado ao Rádio
25/09/2015
Vídeo de perfil: a novidade do Facebook
01/10/2015
Todos

contem_blog_imgprincipal_set29

Você conhece aquele ditado: ”se não pode vencê-lo, junte-se a ele”? Ao que parece, é o atual mantra da publicidade na América Latina, que aumentou seu investimento em 5,7% este ano, segundo o Ibope Media. Ou seja, frente à crise e instabilidade econômica, as empresas estão aproveitando o cenário para se destacar e diferenciar das outras.

Por isso, é essencial estar conectado às tendências do mercado, que garantem a eficácia dos serviços e a concorrência.  E é aqui que entra a publicidade digital, o jeito mais rápido e produtivo de anunciar produtos atualmente.

E esta vertente de vendas está em uma crescente: ano passado, a mídia online movimentou R$ 8,3 bilhões em 2014 no Brasil, segundo a IAB Brasil (Interactive Advertising Bureau). Neste ano, a previsão é que chegue a um valor próximo a próximo a R$ 9,5 bilhões.

Mas, mesmo com tanta movimentação no mercado, algumas marcas acabam escorregando e cometendo erros que impactam diretamente a sua reputação. Veja 5 dicas do que não fazer na publicidade digital:

  1. Ignorar o seu público nas redes sociais

Quando as marcas adotaram de vez o uso das redes sociais, sua relação com os clientes mudou completamente: há um novo laço, com uma comunicação bilateral e espaço para o público avaliar seus serviços, produtos, publicações e até a própria marca.

Reservar tempo para falar bem da sua empresa e se esquecer de se comunicar com o seu cliente é ignorá-lo e massagear seu próprio ego. Afinal, há espaço para que esta conversa comece. Lembre-se: mídia social não é comercial de televisão, o cliente pode e vai te responder!

 

  1. Fazer um conteúdo “mais do mesmo”

Virais fazem por merecer, seja para o bem ou para o mal. Então, se você quiser um conteúdo que valorize a sua marca, não adianta chamar o sobrinho-que-mexe-em-computador para produzir as artes e fazer publicações que não acrescentam nada na vida do seu cliente e que todas as outras já fazem.

Sim, aquela regra do “pense fora da caixa” vale também na publicidade digital. Aposte em novas frentes de conteúdo e desgin e, claro, contrate uma boa equipe.

 

  1. Usar post patrocinado de forma errada

Sabe aquela publicação maravilhosa que merece a maior renda que você tem para ser impulsionada? Ela não merece. O melhor a fazer é distribuir o investimento em vários posts e não apostar tudo em um só.

Além disso, é importante fazer testes para diferentes públicos-alvo e com mais de uma publicação. Assim, você tem um termômetro e terá mais assertividade nos investimentos futuros.

Também não adianta fazer campanhas ou textos em blogs sem patrocinar as publicações. O engajamento orgânico de público no Facebook, por exemplo, é mínimo, portanto, não existe outra forma de fazer publicidade na rede social.

 

  1. Usar uma rede social como plataforma oficial

Se você tem uma marca, certamente tem um site da mesma. Então por que não colocá-lo na jogada? Um grande erro das empresas atualmente é achar que o relacionamento com o cliente se limita às redes sociais.

O ideal é converter o engajamento em cliques no site da empresa. Desta forma, é possível captar contatos, e-mails e até realizar vendas, no caso de e-commerces.

 

  1. Falta de planejamento

Se os dados mostram que publicidade digital é mesmo eficiente, não há porque ter dúvidas. Mas, antes de criar sua página e patrocinar seus posts, faça um plano de marketing digital, um plano de negócios e um cronograma de conteúdo. Eles são essenciais para que a sua marca não fique à mercê da sorte, tenha mais foco e faça mais sucesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *